Search
domingo, 27 de setembro de 2020
  • :
  • :

Vila Velha é o 1º município a finalizar Plano de Redução Risco 2020

Vila Velha é o 1º município a finalizar Plano de Redução Risco 2020

Vila Velha é o único município do País com seu Plano Municipal de Redução de Riscos (PMRR) finalizado em 2020. O estudo foi apresentado na manhã desta segunda-feira (29), pelo prefeito Max Filho, por meio de uma live (para assistir, clique AQUI). A medida preventiva é de suma importância para minimizar impactos de possíveis deslizamentos de terras ou pedras nas encostas da cidade.

Na tônica de “não há prevenção, sem previsão”, o plano é considerado um instrumento fundamental para que o município possa desenvolver soluções a curto, médio e longo prazo. Para tanto, foi feito um mapeamento por uma equipe capacitada, a qual utilizou fotografia com drones, dados geológicos e trabalho de campo com a avaliação da percepção de risco por meio de entrevistas com os membros das comunidades.

“Uma prioridade dessa administração é a segurança das pessoas. É uma decisão de governo importante no sentido de priorizar ações planejadas e coordenadas a partir de um plano que irá definir o que é alto risco e médio risco, para que possamos priorizar os recursos que viermos a obter no sentido de fazer a proteção das encostas da cidade de Vila Velha”, afirmou Max Filho, que considerou o plano como uma bússola.

Algumas áreas do município foram classificadas em grau de risco, sendo: risco médio, risco alto e risco muito alto. Assim foi possível propor ações, como monitoramento permanente, sistema de alerta, realização de vistoria, sistema se abrigamento temporário, instalação de um banco de dados georreferênciado, entre outros. O PMRR também auxilia na captação de recursos junto ao Governo Federal, como no Ministério do Desenvolvimento Regional, e Governo do Estado para execução dos projetos e obras.

O Plano Municipal de Redução de Riscos (PMRR) é coordenado pela Secretaria Municipal de Obras (Semob), com o auxílio da Secretaria de Defesa Social e Trânsito, por meio da Defesa Civil Municipal. O estudo tem 1.600 páginas e o secretário municipal de Obras, Luiz Otávio, o classificou como “um documento extremamente detalhado que pode embasar projetos executivos”.

“Esse plano foi construído com a participação efetiva da comunidade que, sensibilizada, pode também pontuar as problemáticas da sua região. Com a conclusão do PMRR, a administração poderá trabalhar de forma direcionada e efetiva”, ressaltou o secretário.

Por sua vez, o coronel Marcelo D’isep, assessor especial da Defesa Civil do município, pontuou: “O Plano Municipal de Redução de Riscos nos dá um retrato mais fino do que é realmente ‘risco geológico’. Dessta forma, podemos realizar intervenções mais pontuais e localizadas de acordo com risco apresentado pelo plano naquela região”.

A empresa Avantec Engenharia foi contratada por licitação para elaborar o PMRR. O investimento foi de R$ 1,04 milhão.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *